Sociedade Anónima (SL): Regime de segurança social dos accionistas e administradores

0
86

Requisitos de segurança social para quem cria a sua própria empresa

Começar um negócio em Espanha pode assumir muitas formas, as mais comuns das quais são o trabalhador independente (autónomo) e a sociedade de responsabilidade limitada (SL). Como sabe, em Espanha é necessário estar coberto pela Segurança Social se exercer uma atividade empresarial.

O tema de hoje é se os accionistas e o representante legal de uma empresa devem estar segurados pela Segurança Social.

O sistema de segurança social em Espanha tem dois tipos principais: trabalhadores por conta própria (autónomo ou cuenta propia) e trabalhadores por conta de outrem (cuenta ajena).

Accionistas de uma sociedade anónima

Em primeiro lugar, deve saber que não é necessária qualquer segurança social para uma simples participação no capital.

Se um acionista apenas detém acções, independentemente da percentagem, e não trabalha na empresa nem desempenha qualquer função ou trabalho para a empresa, então não é necessário estar coberto pela Segurança Social.

A questão de saber se um acionista deve estar abrangido pelo regime de segurança social dos trabalhadores independentes ou por conta de outrem depende de percentagem de acções.

A Lei da Segurança Social estabelece que se um acionista detiver 33% ou mais das acções e trabalha para ou com a empresa, então aplica-se o regime dos trabalhadores independentes.

Se se afirmar que a participação do acionista é até 25% ou mais, mas inferior a 33%e tenha desempenhado um cargo com poder de decisão na empresa (como um representante legal ou diretor-geral), é igualmente aplicável o regime dos trabalhadores independentes.

Pelo contrário, a lei estabelece que se um acionista tiver menos de 25% das acções e não tiver poder de decisão na empresa, então deve ser abrangido pelo regime dos trabalhadores por conta de outrem.

Representantes legais de uma sociedade anónima

De acordo com a Lei da Segurança Social espanhola, se o representante legal (administradores) da empresa for também acionista, consulte o ponto anterior.

Se o representante legal não detiver quaisquer acções da empresa, ou detiver menos de 25% das acções, e não tiver poder de decisão, é aplicável o regime de segurança social dos trabalhadores por conta de outrem.

Artigo relacionado: Regime de segurança social dos accionistas de empresas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here